O Programa Mediação de Conflitos (PMC) está inserido em equipamentos públicos denominados Unidades de Prevenção Social à Criminalidade localizados em 32 territórios de Belo Horizonte, da Região Metropolita e do interior de Minas Gerais.

O programa atua em territórios marcados pela sociabilidade violenta, baixo acesso a direitos, e baixo capital social a partir dos fundamentos da Mediação Comunitária, objetivando promover meios pacíficos de resolução de conflitos. Para isso realiza atividades que proporcionam o acesso a direitos, a mediação de conflitos e a organização comunitária.

As ações do programa buscam prevenir e reduzir homicídios oriundos da violência doméstica, familiar e contra a mulher, dos conflitos entre vizinhos e da violação de direitos, evitando que o conflito se desdobre em violência e criminalidade.A leitura e a análise da dinâmica social dos territórios contribuem para uma melhor qualificação das intervenções e alcance dos objetivos traçados pelo PMC.

A dinâmica de funcionamento das ações empreendidas pelo programa promove a participação social e a mobilização comunitária. Assim, de maneira inovadora, possibilita a abertura de novas formas de acesso aos direitos e de transformação social e política das pessoas, grupos e comunidades. 

 

Centro de Prevenção à Criminalidade do Bairro PTB, em Betim


O Programa é organizado em quatro eixos metodológicos de atuação, que contribuem para a leitura e análise das dinâmicas das violências e da criminalidade e, assim, maior qualificação das intervenções e alcance dos objetivos traçados pela Política de Prevenção Social à Criminalidade. São eles:

1 – Eixo Atendimento Individual:

Nessa frente de trabalho, as pessoas são atendidas através da mediação e da orientação. De forma geral, os indivíduos são encaminhados pela rede parceira, lideranças locais, indicação de outros atendidos, vizinhos, conhecidos ou por iniciativa própria. A proposta é auxiliar as pessoas na busca da melhor solução ou administração da demanda apresentada, envolvendo-as enquanto parte atuante para que seja alcançado o sucesso nessa empreitada.

2 – Eixo Atendimento Coletivo

Aqui são tratados os casos que apresentam prevalência dos interesses de um grupo e que exigem adaptações ao processo de mediação ou orientação por conter questões amplas que tratam das coletividades. Procura-se desconstruir a compreensão inicial dos atendidos de que os problemas se apresentam exclusivamente na esfera individual ou interpessoal. Para alteração da dinâmica dos conflitos, é requerida análise coletiva e compartilhada de moradores, que identificam objetivos comuns, mobilizando e organizando-se para o enfrentamento dos problemas e necessidades com auxílio dos mediadores.

3 – Eixo Projetos Temáticos

Os projetos temáticos são ações propostas pelas equipes técnicas decorrentes da leitura dos fatores de risco e dos fatores de proteção identificados a partir da inserção junto às comunidades locais. Tais demandas são observadas por meio da leitura e análise de instrumentos, como relatórios quantitativos e qualitativos, questionários socioeconômicos, diagnóstico sócio organizacional comunitário, fóruns comunitários, planos locais de prevenção à criminalidade e relatos de gestores, lideranças e associações locais. As equipes debruçam-se sobre esses instrumentos com o objetivo de propor ações comunitárias que pretendem envolver um número específico de famílias ou grupo-alvo, para se trabalhar de forma coletiva e sistematizada as questões que chegaram ao Programa.

4 – Eixo Projetos Institucionais

São as ações macro pensadas pelo Mediação de Conflitos em nível estadual ou municipal, a partir da leitura gerencial da inserção do programa em suas diversas localidades. O eixo comporta instrumentos e ações amplos que abarcam os centros nos quais o programa atua, propondo intervenções que pretendem promover fatores de proteção ou garantir a execução institucional das atividades das equipes técnicas. Ao perceber a incidência repetitiva de alguns fatores de risco em contextos e localidades diferentes, procura-se criar de forma institucional estratégias comuns de intervenção.


Locais onde o Mediação de Conflitos atua:

Belo Horizonte   

Cabana Pai Tomás 
R. São Geraldo, 110 – Paróquia Cristo Luz dos Povos
CEP: 30516-250 . Tels: (31) 3321-3447 / 3386-1227

Conjunto Esperança/Vila Cemig 
R. A, 10 – Conj. Vila Esperança / V. Cemig 
CEP: 30624-270 . Tels: (31) 3381-5557 / 3381- 5712

Conjunto Jardim Felicidade 
Rua Tenente João Ferreira, 75 – Jd. Guanabara 
CEP: 31765-330. Tels: (31) 3435-3569 /3435-1381

Jardim Leblon 
R. Inglaterra, 226 – Jardim Leblon 
CEP: 31540-360 . Tels: (31) 3451-3596 / 3450-7963

Minas Caixa 
R. Manoel Cunha, 01 – Minas Caixa 
CEP: 31615-350. Tels: (31) 3451-7329 e 3451-3568

Morro das Pedras 
Av. Gama Cerqueira, 1.117 – Jd. América 
CEP: 30460-360. Tels: (31) 3377-8626

Pedreira Prado Lopes 
R. Marcazita, 238 - S. Cristovão 
CEP:31230-730. Tels: (31) 3422-5693

Primeiro de Maio 
R. Jaçanã, 5A – Primeiro de Maio
CEP: 31810-560 . Tels: (31) 3437-8933

Ribeiro de Abreu 
R. Feira de Santana,12 - R. Abreu 
CEP: 31872-040 . Tels: (31) 3435-9583

Santa Lúcia 
R. São Tomás de Aquino, 440 – Vila Sta. Rita de Cássia 
CEP: 30330-530. Tel: (31) 3297-5975

Serra

Engenheiro Lucas Júlio de Proença, 73, 2º andar – Vila Marçola

CEP: 30220-350 . Tel: (31) 3221-5990

Taquaril

R. Francisco Xeres, 120 -

CEP: 30290-110 . Tels: (31) 3483-2366 / 3483-2364

Vila Pinho 
Av. Perimetral, 700, sobreloja – Vila Pinho
CEP 30.670-195 . Tel: (31) 3387-0102

Betim

Citrolândia 
R. Dr. José Mariano, 743 – Via Nova 
CEP: 32.641-540. Tels: (31) 3531-1223 / 3531-2345

Jardim das Alterosas 
R. Ciprestes, 120 – Jd. das Alterosas, 2A Seção 
CEP.: 32673-188. Tels: (31) 3595-4379/ 3595-4341

Jardim Teresópolis 
R. Duque de Caxias, 401 – Jd. Teresópolis 
CEP: 32680-140. Tels: (31) 3591-6940 / 3591-7422

PTB 

R. Perciliana Ana de Jesus, 214 – Bairro Guanabara,
CEP 32.677-098 . Tels: (31) 3592-9419 / 3592-9508


Contagem

Nova Contagem 
Av. VP 01, 1516 – 2º andar - Nova Contagem 
CEP:32050-030. Tels: (31) 3392-8091 / 3392-8039

Ressaca 

R. Iguaçaba, 115 – Vila Pérola,
CEP: 32110-040 . Tels: (31) 3357-7823 / 3357-7579

Governador Valadares

Carapina 
Av. Raimundo Albergaria, 31 – Bairro Santa Helena,
CEP: 35059-090. Tels: (33) 3225-6433 / 3225-0249

Turmalina

Av. Coqueiral, 176 – B. Turmalina
CEP: 35020-460. Tels: (33) 3221-9250 / 3272-9838

Ipatinga

Betânia

Av. Gerasa, 3251 – B. Bethâ
CEP: 35164-056 . Tel: (31) 3827-3748

Montes Claros 


Cristo Rei 
R. Jequitinhonha, 107 – Alto São João 
CEP: 39400-302 . Tels: (38)3215-1897 / 3224-3009

Santos Reis 
R. Geraldino Machado, 785 – Vila Áurea, Santos Reis 
CEP: 39.400-807. Tels: (38) 3212-7622 / 3212-8116


Ribeirão das Neves 


Justinópolis 
Rua Bangu, 76 - Bairro: Cerejeiras 
CEP: 33902-130 . Tels: (31) 3632-5170 / 3638-2427

Rosaneves 

R. das Adálias, 62 –
CEP: 33240-200. Tels: (31) 3625-8928 / 3625-9317

Veneza

Av. Dionizio Gomes, 200 – Veneza
CEP: 33820-540. Tel: (31) 3626-3078

Santa Luzia 


Palmital 
R. Etelvino Souza Lima, 2401 – Conjunto Habitacional Palmital 
CEP: 33140-050 . Tels: (31) 3635-6831 / 3635-4647

Via Colégio 
R. Bahia, 782 – Via Colégio 
CEP:33125-400. Tels: (31) 3637-3570 / 3636-8725


Uberlândia 


Morumbi 
Rua Couvual, 259 - Morumbi 
CEP: 38407-287 . Tels: (34) 3216-8807 / 3212-9188

Jardim Canaã 
Rua Betel, 332 - Jardim Canaã 
Cep: 38412-434 . Tel: (34) 3227-6344

Vespasiano 


Morro Alto 
Av. Coletora 2, nº 284 – Morro Alto
CEP:33200-000. Tel: (31) 99652-8061