A Subsecretaria de Políticas sobre Drogas realiza ações voltadas para a construção de uma sociedade protegida do uso nocivo de álcool, tabaco e outras drogas de uma forma geral. Trabalha com prevenção, acolhimento e reinserção social dos dependentes químicos e usuários nocivos de substâncias psicoativas, além da organização e coordenação de ações com os municípios contra o uso indevido de álcool e drogas.

Principais suportes oferecidos por meio da Subsecretaria:

Centro de Referência Estadual em Álcool e Drogas – um local onde usuários e familiares têm o primeiro atendimento na caminhada da luta contra o vício. No Cread, o cidadão pode contar com a ajuda e a orientação de psicólogos, assistentes sociais e enfermeiros, participar de grupos de mútua ajuda e, até mesmo, conseguir a indicação para uma internação a partir deste contato.

2015: O CREAD realizou 5.502 atendimentos
2016: O CREAD realizou 5.797 atendimentos

Ajuda pelo telefone: por meio do LigMinas (155 opção 1) usuários de drogas, familiares e público em geral também são orientados sobre serviços prestados pelas instituições integrantes da Rede de Atendimento de sua localidade e daquelas conveniadas com o Governo de Minas. A ligação é gratuita, inclusive de celular. O atendimento é disponibilizado de segunda a sábado, entre 7h e 19h.

Nos primeiros momentos do contato o demandante recebe informações básicas e, caso necessário, a ligação é transferida para um especialista. Após avaliação, os profissionais podem encaminhar os usuários para instituições especializadas em dependência química, da rede de saúde ou para grupos de mútua ajuda.

155 em números: em 2016 foram 5.797 atendimentos realizados via telefone.

Rede complementar: é formada por 23 instituições conveniadas, que oferecem 1.440 vagas em diferentes modalidades: ambulatorial, permanência, abrigamento temporário e grupos terapêuticos. As internações são voluntárias, ou seja, apenas com o consentimento do dependente químico.